Siga-nos nas redes

Guimarães

Sindicato acusa confeção de Guimarães do “despedimento selvagem” de 50 trabalhadoras

Publicado

em

Uma empresa de confeções do concelho de Guimarães, no distrito de Braga, avançou com “o despedimento coletivo selvagem de aproximadamente 50 trabalhadores, esmagadoramente mulheres”, denunciou hoje o Sindicato Têxtil do Minho e Trás-os-Montes.

Em comunicado enviado à agência Lusa, este sindicato acusa “a empresa R Piairo – Unipessoal Lda, com instalações fabris na zona industrial de Linhares, Briteiros Santo Estêvão”, de estar a levar a cabo “o despedimento selvagem de que estão a ser vítimas” cerca de meia centena de operários, a grande maioria mulheres, que ainda não recebeu os ordenados de março e de abril.

Nesse sentido, o sindicato e os trabalhadores vão promover, na sexta-feira, a partir das 10:30, uma concentração junto à empresa, seguida de uma marcha de perto de 800 metros em direção à Estrada Nacional 310, que liga o concelho de Guimarães ao da Póvoa de Lanhoso, para denunciar “o despedimento ilegal”, ocorrido em 02 de maio.

“Tratou-se de um despedimento coletivo selvagem, à margem de qualquer procedimento legal, previstos no Código do Trabalho. Foi feito de forma súbita. Pode dizer-se que foi a morte súbita da empresa”, adiantou à Lusa Francisco Vieira, do Sindicato Têxtil do Minho e Trás-os-Montes.

Segundo este dirigente sindical, o despedimento “apanhou os trabalhadores de surpresa”, apesar das “dificuldades que a empresa vinha enfrentando no pagamento de retribuições”.

Francisco Vieira contou que a confeção “tem um passivo de um milhão e meio de euros”, acrescentando que já este ano viu ser rejeitado um Processo Especial de Revitalização (PER), apresentado em novembro de 2022.

O sindicalista sustentou que a empresa “está completamente encerrada, o seu futuro hipotecado e será declarada insolvente”, esperando, contudo, que ainda sejam pagos os ordenados de março e de abril aos trabalhadores.

A Lusa contactou, por diversas vezes, via telemóvel, Renato Piairo, proprietário da R Piairo, e também a própria empresa, mas, até ao momento, ninguém atendeu.

O Sindicato Têxtil do Minho e Trás-os-Montes denuncia ainda no comunicado o “comportamento desonroso do patrão” da confeção que, segundo este sindicato, “pelas 15:30, de 02 de maio, surpreendeu todos os trabalhadores ao comunicar-lhes individual e verbalmente o seu despedimento, com a promessa de pagar os salários de março e de abril”, o que não aconteceu até hoje.

“O patrão esperou que os trabalhadores confecionassem todas as peças existentes na empresa para proceder ao despedimento coletivo, o que para nós, sindicato, configura lock-out. Por isso, os trabalhadores reclamam punição. Só assim se fará justiça”, lê-se no comunicado.

O lock-out é qualquer paralisação total ou parcial da empresa ou a interdição do acesso a locais de trabalho a alguns ou à totalidade dos trabalhadores e, ainda, a recusa em fornecer trabalho, condições e instrumentos de trabalho que determine ou possa determinar a paralisação de todos ou alguns setores da empresa, desde que, em qualquer caso, vise atingir finalidades alheias à normal atividade da empresa, por decisão unilateral do empregador.

Foto: Ilustrativa/DR

PARTILHE ESTE ARTIGO:

PASSOU EM DIRETO

Publicidade Publicidade

pub

LER JORNAL

Artigos Recentes

Famalicãohá 1 hora

Famalicão: Calor mantém-se apesar de uma descida ligeira das temperaturas esta quinta-feira

Famalicão espera um dia de sol, esta quinta-feira, embora mais nublado e assinalando uma ligeira descida das temperaturas, de acordo...

Famalicãohá 2 horas

Famalicenses dizem “presente” na sessão de esclarecimento do Plano Diretor Municipal

O auditório da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco encheu-se, esta segunda-feira, para a primeira sessão de esclarecimento da segunda revisão...

Famalicãohá 2 horas

Incêndio na Trofa: Dois bombeiros feridos transportados para o Hospital de Famalicão

Totaliza já três feridos, o incêndio que decorre no parque exterior de uma empresa em Guidões, na Trofa, local onde...

Desportohá 3 horas

FC Famalicão apresenta-se frente ao La Coruña em jogo com entrada gratuita para sócios

O FC Famalicão prepara-se para apresentar os reforços que irão compor o plantel da próxima temporada, já na próxima terça-feira...

Famalicãohá 4 horas

DJ Padre Guilherme convida para o “Sunset Solidário Guita” este domingo

Os Bombeiros Voluntários Famalicenses convidam para o “Sunset Solidário Guita”, que se realiza este domingo com a presença do DJ...

Desportohá 5 horas

FC Famalicão venceu FC Penafiel por 3-1 em mais um jogo de preparação da pré-época

O FC Famalicão disputou, na manhã desta quarta-feira, mais um jogo à porta fechada, referente ao período de preparação para...

Famalicãohá 6 horas

Famalicão: Praça-Mercado recebe mais uma noite de fado esta quinta-feira

Esta quinta-feira será mais um dia de música ao vivo na Praça-Mercado de Famalicão, que recebe mais uma edição do...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: Homem de 43 anos identificado por furto de plantas num horto em Joane

Um homem de 43 anos foi identificado pela GNR de Barcelos, na sequência de um furto na vila de Joane,...

Regiãohá 7 horas

Colisão rodoviária fez três feridos Touguinhó, Vila do Conde

Três pessoas ficaram feridas, ao início da noite desta terça-feira, na sequência de uma colisão entre dois veículos ligeiros, em...

Famalicãohá 8 horas

Famalicão: Homem de 28 anos detido após ameaçar e danificar carros com faca

Esta terça-feira, elementos da PSP que se encontravam de patrulhamento auto na cidade de Vila Nova de Famalicão, tiveram conhecimento...

Arquivo

Mais Vistos