Siga-nos nas redes

Braga

Criada bolsa para artistas ucranianos no Teatro de Braga

Publicado

em

O grupo DST renovou o apoio financeiro à Companhia de Teatro de Braga (CTB), garantindo 125 mil euros para os próximos cinco anos, e vai criar dez bolsas artísticas para profissionais ucranianos, incluindo alojamento, foi hoje divulgado.

No Dia Mundial do Teatro, o dstgroup anuncia dois importantes apoios para o setor: a assinatura da renovação do protocolo de apoio à Companhia de Teatro de Braga, que representa o financiamento de Euro125K [125 mil euros] para os próximos cinco anos, e a criação de dez bolsas artísticas, de Euro1.000 com alojamento, para profissionais ucranianos refugiados deste setor”, pode ler-se num comunicado da empresa enviado à Lusa.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



A renovação do apoio com a CTB “acontece no âmbito do apoio da DGArtes [Direção-geral das Artes] e para os próximos cinco anos, 2022-2026”, sendo que o grupo DST “é mecenas da CTB há mais de 40 anos com um longo histórico de intervenção e apoios”.

Quanto ao projeto das bolsas para artistas ucranianos, “será executado pela Companhia de Teatro de Braga, que acolherá estes profissionais e desenvolverá uma programação intensiva ao longo do ano, que apresentará ao país ainda em 2022”.

“Das dez bolsas artísticas, cinco já foram atribuídas a atores que chegarão a Braga até final do mês de março. As restantes atribuições serão feitas nos próximos meses, com a chegada de mais artistas ao país”, segundo o comunicado.

De acordo com o grupo DST, “o grande objetivo destas ações é continuar a apoiar a arte e a cultura, de forma consistente e sustentável, garantindo que os atores do setor, ao beneficiarem deste apoio, estão livres para criarem e devolverem ao público um mundo de possibilidades, e de momentos únicos de crescimento intelectual e cultural”.

Segundo o diretor artístico da CTB, Rui Madeira, o apoio “é incontornável e único no país, para não só garantir a sobrevivência da Companhia, mas também aprofundar o seu trabalho artístico”.

“Também a criação das bolsas artísticas possibilita à CTB dar continuidade à sua vocação internacional e ao trabalho que já tem sido desenvolvido, há cerca de 10 anos, com criadores e teatros da Ucrânia”, acrescentou.

O presidente do grupo DST, José Teixeira, indicou que “ao apoiar estes atores e atrizes” se pretende dar “um palco e um megafone para que todos ouçam com clareza a realidade insana e ultrajante que se passa na Ucrânia invadida”.

“Pretendemos dar-lhes ferramentas para que façam política e intervenham na defesa do seu país com a arma do corpo e do texto”, referiu, considerando que é em tempos como os atuais que se deve “manter o discernimento no sentido de não perdermos de vez e de forma irreparável a lucidez”.

“As necessidades de solidariedade, num país invadido são imensas e achamos importante contribuir”, disse o empresário.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Desportohá 52 minutos

Atletas da EARO somaram troféus no Campeonato Regional de Corta-Mato Curto de Vizela.

A Escola de Atletismo Rosa Oliveira participou no sábado, dia 2 de março, no Campeonato Regional de Corta-Mato Curto em...

Paíshá 1 hora

A neve “pintou” as paisagens de Melgaço

Não caiu com tanta intensidade como no fim de semana passado, mas voltou a pintar as paisagens de Lamas de...

Paíshá 2 horas

Eleições Legislativa: Mais de 200 mil portugueses votam hoje em mobilidade

São menos do que nas legislativas de 2022 (315.785 inscritos), mas muito superior aos inscritos nas legislativas de 2019 (56.291)....

Sociedadehá 3 horas

Já estão escolhidos os finalistas do Festival da Canção 2024 e entre eles está uma famalicense

A famalicense, Cristina Clara, apurou-se no sábado, para a final do Festival da Canção, em Lisboa. A segunda semifinal do...

Economiahá 3 horas

Em Portugal o mercado automóvel está em crescimento

No período entre janeiro e fevereiro, o mercado automóvel em Portugal apresentou um crescimento significativo de 17,5% em comparação com...

Paíshá 3 horas

GNR regista aumento de burlas informáticas e fraude bancária

No ano passado, a GNR registou um total de 21.548 casos de burlas, representando um aumento em relação a 2022,...

Famalicãohá 22 horas

Famalicão: Refood dá a conhecer trabalho desenvolvido no combate ao desperdício alimentar

O núcleo de Famalicão da  Refood, associação que combate o desperdício alimentar e ao mesmo tempo alimenta as pessoas mais...

Famalicãohá 23 horas

Famalicão: Exposição de fotografia mostra aves de Ribeirão 

É inaugurada este domingo, dia 3 de março, nas Piscinas de Ribeirão, Famalicão,  a exposição de fotografia “Ao encontro das...

Famalicãohá 23 horas

Famalicão: incêndio provoca danos materiais num armazém em Joane

Um incêndio provocou, na manhã deste sábado, danos materiais num armazém na vila de Joane, mais concretamente na Avenida Sr....

Paíshá 23 horas

Comboios: foi desconvocada a greve da Infraestruturas de Portugal

A greve dos trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP) prevista para as próximas terça e quinta-feira foi desconvocada. “A Infraestruturas...

Arquivo

Mais Vistos