Siga-nos nas redes

País

Mais de 2 milhões de portugueses em risco de pobreza

Publicado

em

O risco de pobreza aumentou para 18,4% no ano passado, atingindo 2,3 milhões de pessoas, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), ao divulgar o Inquérito às Condições de Vida e Rendimento realizado este ano.

A percentagem de portugueses em risco de pobreza em 2020 representa um aumento de 2,2 pontos percentuais (p.p.) em relação a 2019.

O risco de pobreza corresponde à proporção de habitantes com rendimentos monetários líquidos anuais inferiores a 6.653 euros (554 euros por mês).

“O crescimento do risco de pobreza foi mais severo no caso das mulheres (mais 2,5 p.p., de 16,7% em 2019 para 19,2% em 2020), em particular no caso das mulheres idosas (mais 3,0 p.p., de 19,5% para 22,5%)”, assinala o INE.

Em 2021 (rendimentos de 2020), em Portugal, 2,3 milhões de pessoas encontravam-se em risco de pobreza ou exclusão social indicam os números do INE.

“Portugal foi, em geral, uma sociedade mais desigual em 2020: O Coeficiente de Gini, que reflete as diferenças de rendimentos entre todos os grupos populacionais, registou um valor de 33%, mais 1,8 p.p. do que no ano anterior (31,2%), e o rácio S80/S20, que compara a soma do rendimento monetário líquido equivalente dos 20% da população com maiores recursos com a soma do rendimento monetário líquido equivalente dos 20% da população com menores recursos, cresceu 14%, de 5,0 em 2019 para 5,7 em 2020”, especifica o INE.

A desigualdade aumentou em todas as regiões, à exceção da Região Autónoma dos Açores. A região Centro foi aquela em que a desigualdade mais aumentou.

O inquérito realizado em 2021 recolheu alguns dados sobre o impacto da pandemia de covid-19. Entre maio e setembro de 2021, 16,4% das famílias referiram a redução do rendimento familiar nos 12 meses anteriores, valor que se mantém bastante superior ao obtido em pré-pandemia (10,3% em 2019); 27,5% das famílias que referiram a redução do rendimento familiar, indicaram como motivo a pandemia COVID-19.

De acordo com o INE, 5% das famílias referiram ter recebido apoios monetários do Estado em 2020 no âmbito da covid-19 relacionados com o emprego dos trabalhadores por conta de outrem; 2,9% das famílias receberam apoios relacionados com o trabalho por conta própria e 2,4% receberam apoios monetários relacionados com a família, as crianças e a habitação.

A estratégia económica de crescimento da União Europeia para a próxima década, Europa 2030, define, entre outros objetivos, a redução do número de pessoas em risco de pobreza ou exclusão social na União Europeia em, pelo menos, 15 milhões de pessoas até 2030, e define um novo indicador de monitorização da população em risco de pobreza ou exclusão social, que conjuga as condições de pobreza relativa, de privação material e social severa e um novo indicador de intensidade laboral per capita muito reduzida, indica o Instituto.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

PASSOU EM DIRETO

Publicidade Publicidade

pub

LER JORNAL

Artigos Recentes

Famalicãohá 13 horas

3ª marcha LGBTQIAP+ saiu para a rua para defender os direitos da comunidad

Eram poucos, mas com vontade de gritar a plenos pulmões os direitos que defendem para a comunidade LGBTQIAP+.A 3ª marcha...

Famalicãohá 16 horas

Mais de 500 detidos pela PSP esta semana

A PSP deteve, na última semana, 504 pessoas em todo o país. Destas detenções, 145 dizem respeito a crimes rodoviários,...

Famalicãohá 18 horas

Festas em honra do Santíssimo Sacramento em Brufe

No próximo dia 30 de junho, começam as festividades em honra do Santíssimo Sacramento, na freguesia de Brufe. Para além...

Famalicãohá 19 horas

Está de regresso o Mel – piquenique das artes na Devesa

O Mel – piquenique das artes, regressa ao Parque da Devesa no próximo fim de semana, 29 e 30 de...

Famalicãohá 20 horas

Hoje joga a nossa seleção

Portugal entrou a vencer no Euro’2024 e, apesar da dose de sofrimento para bater a Chéquia (2-1), prepara-se agora para...

Famalicãohá 21 horas

Marcha LGBTQIAP+ sai hoje para a rua em Famalicão

Sob o tema “As cores da liberdade” a 3ª marcha pelos direitos LGBTQIAP+ vai para a rua esta tarde a...

Paíshá 1 dia

Parlamento aprovou fim das SCUTS

O parlamento aprovou hoje em votação final global a proposta do PS para eliminar as portagens nas ex-SCUT e nos...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Colisão no parque de estacionamento do E.Leclerc faz um ferido

Uma pessoa ficou ferida, na tarde desta sexta-feira, na sequência de uma colisão rodoviária no parque de estacionamento do E....

Famalicãohá 2 dias

Famalicão apresenta novo projeto dedicado à Ciência e à Inovação (2024-06-21)

A Semana da Inovação e Ciência terminou, esta sexta-feira, em Famalicão com a apresentação do projeto de requalificação e adaptação...

Vídeoshá 2 dias

3º Convívio das Academias Seniores de Vila Nova de Famalicão

Realizou-se esta sexta feira o terceiro piquenique anual das Academias Seniores de Vila Nova de Famalicão. O programa das Academias Seniores, dinamizado pelo Município de...

Arquivo

Mais Vistos