Siga-nos nas redes

País

Atenção: Detetados químicos perigosos em embalagens descartáveis de vários alimentos

Publicado

em

Análises a 52 pessoas de vários países europeus, incluindo Portugal, detetaram entre 18 e 23 substâncias químicas perigosas no organismo, resultantes da utilização de embalagens alimentares descartáveis, especialmente de plástico.

De acordo com os resultados do estudo, hoje divulgados, foram rastreadas (em análises à urina) 28 substâncias químicas e em cada uma das amostras foram encontradas entre 18 e 23 substâncias perigosas.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



O estudo foi feito em seis países e em Portugal participaram 10 pessoas, entre eles um deputado, um autarca, jornalistas e professores. Em todos os países o objetivo foi avaliar a presença no corpo humano de substâncias químicas potencialmente perigosas, em resultado da utilização quotidiana de embalagens, em particular as embalagens alimentares.

Segundo os resultados do estudo, divulgados pela associação ambientalista Zero, que participou na iniciativa, as variações entre os países (Bélgica, Bulgária, Letónia, Eslovénia e Espanha, além de Portugal) não foi significativa, “o que indica que o contacto quotidiano com estas substâncias acontece um pouco por toda a Europa, sendo transversal à geografia, profissão, idade, entre outras variáveis”, diz a Zero em comunicado.

As análises centraram-se na avaliação da presença de químicos que podem ser encontrados nas embalagens descartáveis de alimentos, como os ftalatos e os fenóis. Os dois são associados, por estudos científicos, a doenças como o cancro ou doenças cardiovasculares e terão impactos negativos também nos sistemas reprodutivo e imunitário, salienta a associação.

“Estes resultados são mais uma prova de como as embalagens e os produtos que consumimos e usamos quotidianamente, introduzem substâncias químicas estranhas ao nosso corpo, que a ciência tem vindo a demonstrar serem potenciais riscos para a nossa saúde e para o ambiente. É urgente reduzir o uso de opções descartáveis e apostar em materiais seguros e circulares”, alerta Susana Fonseca, da direção da Zero, citada no comunicado.

O projeto resultou de uma parceria dentro da rede europeia “Zero Waste Europe”, que agrega 31 membros de 24 países e que tem como objetivo liderar a transição para uma Europa sem resíduos.

As organizações envolvidas chamam a atenção para os potenciais problemas para a saúde humana decorrentes do atual modelo de produção e consumo e pedem que seja revista a legislação aplicável aos materiais para contacto com os alimentos.

Retalhistas e marcas devem também mudar para alternativas mais seguras e os consumidores devem fazer escolhas mais saudáveis, apelam também as organizações.

A Zero recorda o alerta de cientistas em março deste ano (no chamado “Consensus Statement”) para os milhares de substâncias químicas usadas em embalagens alimentares e outros materiais para contacto com alimentos, sendo que muitas dessas substâncias conseguem migrar das embalagens para os alimentos, pelo que o seu uso continuado dever ser entendido como um risco para a saúde humana.

Em consequência do alerta mais de 230 organizações não governamentais de todo o mundo pediram aos decisores políticos para tomarem ações urgentes.

No início do ano a Comissão Europeia comprometeu-se a propor a revisão da legislação sobre os materiais para contacto com os alimentos até ao fim de 2022.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Sociedadehá 7 horas

Veja os golos! FC Porto 2 – 2 FC Famalicão

GOLO! FC FAMALICÃO, JHONDER AOS 9′, FC PORTO 0-1 FC FAMALICÃO GOLO! FC PORTO, YOUSSOUF ZAYDOU (P.B.) AOS 17′, FC...

Famalicãohá 11 horas

Famalicão: Fradelos reuniu veículos clássicos e desportivo em causa solidária

A freguesia de Fradelos, em Famalicão, foi palco este sábado da exposição “Clássicos e Desportivos” dedicada aos amantes dos veículos...

Famalicãohá 12 horas

Famalicão: Alunos da Camilo apresentaram  projeto sobre a paz no Concurso Euroscola 

Os alunos Francisco Antunes e Nuno Oliveira, do 10º ano E, da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, de Famalicão,  representaram...

Economiahá 12 horas

Preço dos combustíveis volta a descer após algumas semanas de aumento

Termina agora mais uma semana e com isso chegam novas previsões quanto à oscilação do preço dos combustíveis. Neste sentido,...

Famalicãohá 12 horas

Famalicão: Sol e “máximas” de 26.º graus esta segunda-feira

Famalicão espera, esta segunda-feira, mais um dia de sol e com temperaturas características da primavera, assim indicam as previsões do...

Economiahá 12 horas

IVA zero foi transmitido na totalidade aos preços cobrados aos consumidores diz o Banco de Portugal

A aplicação do IVA zero a alguns bens alimentares no ano passado foi transmitida na totalidade aos preços cobrados aos...

Paíshá 12 horas

Governo: Provas finais do 9.º ano voltam a ser feitas em papel

 O primeiro-ministro anunciou hoje que as provas finais do 9.º ano vão ser realizadas em papel, por terem sido “identificadas...

Paíshá 12 horas

Campanha de segurança rodoviária “Cinto-me Vivo” registou mais de 29 mil infrações numa semana

A campanha de segurança rodoviária “Cinto-me Vivo” registou numa semana 29.532 mil infrações, das quais 829 relacionadas com a utilização...

Desportohá 15 horas

Duatlo de Famalicão sai para a estrada este domingo 

O Duatlo de Famalicão, prova que junta o atletismo e o BTT, está de regresso este domingo, 14 de abril,...

Famalicãohá 16 horas

Junta de Riba d’Ave lança concurso de quadras para celebrar Abril

A Junta de Freguesia de Riba d’Ave lançou um concurso de quadras para celebrar os 50 anos do 25 de...

Arquivo

Mais Vistos