Siga-nos nas redes

País

Técnicos de emergência pré-hospitalar em greve por tempo indeterminado a partir de 08 de novembro

Publicado

em

Os técnicos de emergência pré-hospitalar vão estar em greve ao trabalho suplementar a partir de 08 de novembro, por tempo indeterminado, exigindo a revisão remuneratória e da carreira e a criação de subsídio de risco.

No pré-aviso de greve, a que a Lusa teve hoje acesso, o Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar (STEPH) aponta a falta de resposta do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e da tutela às diversas reivindicações e propostas que os trabalhadores têm apresentado nos últimos anos.

O STEPH explica que a paralisação, que arranca às 00:00 de dia 08 de novembro, abrange todos os técnicos de emergência pré-hospitalar do INEM e inclui “todos os eventos programados” que o instituto se proponha assegurar, “para lá daquilo que é a sua atividade normal e legalmente exigível”.

Uma vez que a greve se refere a trabalho suplementar, “que visa suprir necessidades permanentes e previsíveis”, a estrutura sindical não apresenta qualquer proposta de serviços mínimos por “não serem devidos”, já que – explica – “todo o trabalho em horário normal urgente e emergente continuará a ser garantido em todos os turnos”.

O sindicato explica ainda que as “ocorrências multivítimas e catástrofes naturais ou outras que possam vir a ocorrer” não estão abrangidas pelo pré-aviso de greve, adiantando que, para estas, “os trabalhadores estarão sempre disponíveis para acorrer às necessidades que se imponham e prestarão o trabalho suplementar que se mostrar necessário”.

Lembra que, não obstante a reunião que decorreu em abril e as promessas políticas da tutela, não houve quaisquer avanços na resolução concreta dos problemas apontados, entre elas a revisão da carreira, a revisão do índice remuneratório, a criação de um subsídio de risco e a aplicação do Acordo Coletivo de Carreira Especial, cuja negociação ficou concluída em 2018.

O STEPH aponta ainda a necessidade de revisão imediata das condições de trabalho, lembrando que a frota de ambulância está “muito envelhecida” e é “muito dispendiosa, tendo em conta a idade e a quilometragem observada (muitas com mais de 300.000 kms)”.

Refere igualmente a falta de condições de trabalho dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) e a necessidade de mais e melhor fardamento, apontando “assimetrias e falhas na sua distribuição que colocam em causa a proteção e segurança” destes técnicos.

O sindicato fala igualmente da necessidade de formação e da criação de um seguro de acidentes de trabalho e sublinha a falta de meios humanos e de emergência face à “ocorrência cada vez maior de situações trágicas decorrentes de falta de resposta do INEM”.

Diz que a carreira tem perdido atratividade e que, nos últimos anos, enfrenta “um abandono excessivo de profissionais”, tendo ultrapassado os 300 técnicos de emergência pré-hospitalar, o que corresponde a “mais de 30% de taxa de abandono”.

PARTILHE ESTE ARTIGO:

PASSOU EM DIRETO

Publicidade Publicidade

pub

LER JORNAL

Artigos Recentes

Póvoa de Varzimhá 1 hora

Agência Reuters destaca Padre Guilherme da Póvoa de Varzim: “Espalha a fé ao som da música”

O padre português Guilherme Peixoto ganhou fama ao passar música eletrónica perto da sua igreja numa pequena vila portuguesa. Agora,...

Famalicãohá 4 horas

Carlos Vieira de Castro homenageado. “Um incentivo para outros fazerem mais e melhor”

“Um incentivo para outros fazerem mais e melhor”. Foi desta forma que o famalicense Carlos Vieira de Castro olhou para...

Desportohá 4 horas

FC Famalicão vence equipa de sub-23 por 4-0 no primeiro jogo de pré-época

O FC Famalicão derrotou, na manhã deste sábado, a equipa de sub-23, por esclarecedores 4-0, num encontro particular realizado no Estádio Municipal...

Barceloshá 6 horas

Barcelos: Emília Silva celebra este sábado 104 anos

Emília Silva celebra, este sábado 13 de julho, 104 anos de vida. Natural de Creixomil, vive em Fornelos, freguesia de...

Desportohá 8 horas

GD Joane apresenta-se para a nova época confiante na manutenção nos nacionais de futebol

GD Joane apresenta-se para a nova época confiante na manutenção no Campeonato Nacional.A formação joanense, que subiu, passados dez anos,...

Regiãohá 8 horas

Menor suspeito de matar jovem da Trofa será internado em centro educativo

O menor, de 15 anos, alegado autor da facada que matou o jovem Gonçalo Lima, de 18 anos, da Trofa,...

Desportohá 11 horas

Famalicão: Caminhada Noturna juntou centenas de pessoas para encerrar o Move-te

Realizou-se esta sexta-feira à noite a 2ª edição da Caminhada Noturna, num percurso que contou com mais de duas centenas...

Paíshá 11 horas

Euromilhões. Confira a chave vencedora desta sexta-feira

A chave vencedora do Euromilhões desta sexta-feira, 12 de julho, é composta pelos números 12 – 18 – 24 – 25 –...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Novais recebe mais uma edição do Turbina

A freguesia de Novais, em Famalicão, recebe, este sábado, 13 de julho, a 8º Edição do Turbina, um passeio e...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão. Região Empreendedora Europeia assinalada com nova peça escultórica na Praça D. Maria II

A Câmara de Famalicão colocou na Praça D. Maria II mais uma peça escultórica, desta vez referente ao título de...

Arquivo

Mais Vistos