Siga-nos nas redes

País

Covid-19: Vacinados têm 60 vezes menos probabilidade de contrair miocardites -Estudo

Publicado

em

 A miocardite por infeção com SARS-CoV-2 é 60 vezes mais frequente do que após a vacinação e pode ter sintomas mais graves e complicações e sequelas a curto prazo, refere um parecer técnico hoje divulgado.

O parecer do Programa Nacional para as Doenças Cérebro-Cardiovasculares, da Direção-Geral da Saúde (DGS), diz ainda que se desconhece se existem complicações ou sequelas persistentes e insiste que a vacinação permite diminuir o potencial de gravidade do impacto da Covid-19 nas crianças e adolescentes.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



Insiste que as alterações cardíacas em crianças infetadas “não são desprezíveis e são mais complexas e graves do que as descritas após a vacina” e lembra que a miocardite em idade pediátrica após a vacinação “é muito rara, apresenta-se com sintomas ligeiros, evolução rápida e não aparenta ter complicações ou sequelas a longo prazo”.

O documento, hoje divulgado, explica que as causas da miocardite (inflamação do músculo cardíaco) em contexto de Covid-19 são ainda desconhecidas e que se supõe que “ocorre quando o sistema imune do próprio doente, em resposta à infeção, agride o coração, o que ainda não está provado”.

“Desconhece-se a razão pela qual ocorre mais frequentemente entre rapazes jovens, após a puberdade. Também não foi ainda possível confirmar a relação causa-efeito entre a vacina e a miocardite”, acrescenta.

O parecer refere igualmente que a agência americana de prevenção e controle de doenças – CDC (Centers for Disease Control and Prevention) – reportou 11 casos de miocardite em 8.700.000 de vacinas administradas entre os 5 e os 11 anos, e que “todas foram ligeiras e transitórias”.

“Não se conhece mortalidade diretamente relacionada com a vacina”, acrescenta.

Os peritos que elaboraram o parecer defendem que a vacinação demonstrou ser eficaz na prevenção da doença grave e na mortalidade e que os efeitos secundários adversos “são raros e pouco significativos”.

Citam estudos recentes para afirmar que em adolescentes vacinados a possibilidade de ter síndrome inflamatória multissistémica (MIS-C) após infeção baixa em 91%.

“Os casos mais graves ocorreram nas crianças e adolescentes não vacinados”, lembram, insistindo na segurança da vacina em idade pediátrica e sublinhando que, apesar da Covid-19 ser menos frequente em crianças, tem vindo a aumentar devido à maior prevalência da nova variante (Ómicron).

“A experiência dos Hospitais Pediátricos Nacionais de referência é de que o risco de envolvimento cardíaco em doentes com infeção por Covid, em qualquer idade, é uniformemente pior e mais frequente, do que após a

vacinação, podendo ser responsável por sequelas tardias, que requerem seguimento a longo prazo. Não sendo comparável à miocardite após vacina, muito mais rara e ligeira”, afirmam.

Os técnicos do Programa Nacional para as Doenças Cérebro-Cardiovasculares reafirmam os benefícios da vacinação no grupo etário dos 5 aos 11 anos e na população em geral e a segurança da vacina, transmitindo ”uma mensagem de tranquilidade aos pais e crianças portuguesas”.

O parecer teve por base com base os diversos artigos científicos publicados em revistas médicas, os documentos normativos das entidades sanitárias nacionais e internacionais, incluindo os resultados da vacinação em mais de oito milhões de crianças entre os 5 e os 11 anos de idade.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 15 horas

Famalicão: Incêndio em Vale S. Martinho provoca dois feridos

Um incêndio num anexo de uma habitação em Vale S. Martinho, mais precisamente na rua Eça de Queirós, provocou dois...

Paíshá 15 horas

Gasóleo desce três cêntimos e gasolina 1,5 cêntimos a partir de segunda-feira

Ao fim de seis semanas de ganhos, os preços dos combustíveis vão finalmente descer na próxima semana. O gasóleo, o combustível mais...

Barceloshá 16 horas

Barcelos: Trabalhador cai de altura de nove metros e fica em estado grave

Um homem ficou em estado grave, este sábado, na sequência de uma queda de nove metros de um edifício em...

Famalicãohá 18 horas

Associação Famalicão em Transição debate futuro das linhas de água e o Ecoparque de Cabeçudos

A Associação Famalicão em Transição retoma, este sábado, as “Conversas TeT – Território em Transição”, com o tema “Que futuro...

Regiãohá 19 horas

Neve cobre de branco e beleza várias localidades

É verdade que falta pouco mais de um mês para a chegada da Primavera. Mas, esta sexta-feira e sábado a...

Famalicãohá 19 horas

Famalicão: Atropelamento em Joane provoca ferimentos em mulher de 70 anos

Um atropelamento, na vila de Joane, Famalicão, provocou, este sábado, ferimentos a uma mulher de 70 anos. Não se sabe,...

Famalicãohá 21 horas

Famalicão: Paróquia de Arnoso Santa Maria é palco, este fim de semana, das Solenidades do Senhor dos Passos

A freguesia de Arnoso Santa Maria celebra, este fim de semana, as Solenidades do Senhor dos Passos. Entre os eventos...

Desportohá 21 horas

FC Famalicão perde em Arouca e João Pedro Sousa diz que a sua equipa “encolheu-se” na primeira parte

O Famalicão perdeu, esta sexta-feira, contra o Arouca, por 3-2, num jogo em que os arouquenses completaram a reviravolta no...

Paíshá 21 horas

Euromilhões. Já sabe qual é a chave vencedora desta sexta-feira?

Os números 24 – 27 – 28 – 30 – 49 e as estrelas 1 e 12 é a chave...

Desportohá 1 dia

Veja os Golos! FC Arouca 3-2 FC Famalicão

Veja em baixo os lances de golo da partida entre o FC Famalicão e o FC Arouca a contar para...

Arquivo

Mais Vistos