Siga-nos nas redes

País

Ana Gomes: “Temos de derrotar André Ventura, é outro Hitler”

Publicado

em

Comparando André Ventura a “aldrabões de feira que vendem banha da cobra”, a candidata presidencial Ana Gomes recebeu hoje palmas de apoio de membros da comunidade cigana num bairro social em Porto Salvo.

Na agenda estava marcada uma reunião com a Associação de Moradores do Bairro dos Navegadores, em Porto Salvo (concelho de Oeiras), que rapidamente se transformou numa visita, até pela insistência da representante da comunidade cigana, Alexandra Gameiro, para que fosse conhecer a parte de baixo do bairro.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



Foi nesse local, onde se concentram os moradores de etnia cigana, que Ana Gomes recebeu apoios mais entusiásticos e até aplausos, e em que as conversas giraram sempre à volta do adversário a Belém e líder do Chega, André Ventura, pela negativa.

“Temos de derrotar André Ventura”, “André Ventura tem de cair”, “é racista”, “é outro Hitler” foram algumas das frases de vários moradores, que Ana Gomes não deixou sem resposta.

“Os portugueses não se podem enganar: o Hitler também foi eleito e quando chegou ao poder tratou de proibir os outros partidos e retirou a cidadania primeiro aos judeus, depois aos ciganos, depois aos negros. Já começou a dizer que eu não era bem-vinda”, afirmou a candidata.

A diploma e ex-eurodeputada do PS prosseguiu: “Há uns aldrabões de feira como esse que vendem banha da cobra, o pior são os que estão escondidos atrás desses vendedores de banha da cobra, que esses têm um projeto de ditadura para o país”, alertou.

Em resposta, recebeu garantias de voto quer de “toda a família” por parte de alguns dos moradores, quer até “de toda a etnia cigana”, havendo quem assegurasse que a comunidade rondaria um milhão de pessoas.

“Temos de combater estes racistas que têm um projeto de voltar à ditadura, todos somos pessoas de bem e queremos liberdade e democracia”, respondeu Ana Gomes.

A candidata recordou que André Ventura a chamou de “candidata cigana”, classificação que disse ter recebido “com muita honra”.

“Vou trabalhar para que a comunidade cigana se sinta integrada, para que todos se sintam portugueses, ciganos, ucranianos, africanos, precisamos de todos, reconhecendo a sua diversidade cultural”, disse.

Apesar das várias promessas de voto, nem todos no Bairro dos Navegadores acreditavam na vitória da candidata.

“Pode descansar que a etnia cigana vai votar toda em si, a gente quer votar na Ana Gomes para ela ficar em segundo”, prometeu António Romeiro.

Questionado por que razão não acreditava na vitória, respondeu: “O primeiro a gente sabe que ela não apanha, pelo menos o Ventura fica em último, havia de se unir a esquerda toda”, apelou.

Ana Gomes aproveitou a deixa e criticou também, como faz em quase todas as suas intervenções públicas, o atual Presidente da República e recandidato ao cargo, Marcelo Rebelo de Sousa.

“O professor Marcelo Rebelo de Sousa também tem muita responsabilidade por ele [Ventura] estar onde está, muitas pessoas que apoiam esse partido estão zangadas, desencantadas”, afirmou.

A candidata admitiu que se “algumas coisas melhoraram, designadamente com o Governo de António Costa, outras não se resolveram, não avançaram”.

“Quando ele [Marcelo] nos Açores permite que o Governo se forme com o apoio desse partido racista, está mal, para que serve ser Presidente da República”, questionou a militante do PS, partido que deu liberdade de voto nas presidenciais de 24 de janeiro.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Desportohá 49 segundos

Duatlo de Famalicão juntou meio milhar de participantes

Realizou-se este domingo, 14 de abril, mais uma edição do Duatlo de Famalicão.A prova, com partida e chegada no Parque...

Famalicãohá 5 horas

Famalicão: Inaugurado restauro do monumento de homenagem aos combatentes

Foram inauguradas este domingo as obras de conservação e restauro do monumento de homenagem aos combatentes mortos na Primeira Grande...

Sociedadehá 23 horas

Veja os golos! FC Porto 2 – 2 FC Famalicão

GOLO! FC FAMALICÃO, JHONDER AOS 9′, FC PORTO 0-1 FC FAMALICÃO GOLO! FC PORTO, YOUSSOUF ZAYDOU (P.B.) AOS 17′, FC...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Fradelos reuniu veículos clássicos e desportivo em causa solidária

A freguesia de Fradelos, em Famalicão, foi palco este sábado da exposição “Clássicos e Desportivos” dedicada aos amantes dos veículos...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Alunos da Camilo apresentaram  projeto sobre a paz no Concurso Euroscola 

Os alunos Francisco Antunes e Nuno Oliveira, do 10º ano E, da Escola Secundária Camilo Castelo Branco, de Famalicão,  representaram...

Economiahá 1 dia

Preço dos combustíveis volta a descer após algumas semanas de aumento

Termina agora mais uma semana e com isso chegam novas previsões quanto à oscilação do preço dos combustíveis. Neste sentido,...

Famalicãohá 1 dia

Famalicão: Sol e “máximas” de 26.º graus esta segunda-feira

Famalicão espera, esta segunda-feira, mais um dia de sol e com temperaturas características da primavera, assim indicam as previsões do...

Economiahá 1 dia

IVA zero foi transmitido na totalidade aos preços cobrados aos consumidores diz o Banco de Portugal

A aplicação do IVA zero a alguns bens alimentares no ano passado foi transmitida na totalidade aos preços cobrados aos...

Paíshá 1 dia

Governo: Provas finais do 9.º ano voltam a ser feitas em papel

 O primeiro-ministro anunciou hoje que as provas finais do 9.º ano vão ser realizadas em papel, por terem sido “identificadas...

Paíshá 1 dia

Campanha de segurança rodoviária “Cinto-me Vivo” registou mais de 29 mil infrações numa semana

A campanha de segurança rodoviária “Cinto-me Vivo” registou numa semana 29.532 mil infrações, das quais 829 relacionadas com a utilização...

Arquivo

Mais Vistos