Siga-nos nas redes

Famalicão

Famalicão: Centenário de Cesariny celebrado com teatro, música e debates na Fundação Cupertino de Miranda

Publicado

em

A Fundação Cupertino de Miranda vai promover até domingo uma série de iniciativas destinadas a homenagear o poeta surrealista Mário Cesariny, no âmbito do seu centenário, que inclui teatro, concerto, leitura de poesia e oficinas de expressão plástica.

As atividades, que têm início na quinta-feira, enquadram-se no programa “Mário Cesariny – Encontros XVII”, que decorre na Fundação Cupertino de Miranda, em Vila Nova de Famalicão, detentora do legado do mestre do surrealismo português, indicou a fundação, em comunicado.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



Com uma periodicidade anual, estes encontros realizam-se sempre aquando da data da morte de Mário Cesariny, 26 novembro, mas este ano visam assinalar também o centenário do nascimento do poeta e pintor (09 de agosto de 1923).

Nesse contexto, vão decorrer ao longo de quatro dias, como habitualmente, oficinas de expressão plástica, lançamento de livros e declamação de poesia, mas também um espetáculo teatral que evoca a vida e obra de Mário Cesariny, “Herói é o Meu Nome”, da Fértil Cultural, e o concerto “O Homem em Eclipse”, d’Os Poetas, concebido por Rodrigo Leão e Gabriel Gomes, dedicado à sua poesia.

Este ano, os Encontros integram também o “CARMINA 4 – A Paixão da Imagem”, um evento dedicado à poesia, que nesta edição se debruça exclusivamente sobre Mário Cesariny, com coordenação de Fernando Cabral Martins.

A quinta-feira será preenchida com leitura de poesia e com a exibição de dois filmes de Miguel Gonçalves Mendes, “Autografia” (2004) e “Poema Colagem” (2010).

Na sexta-feira, o dia é dedicado ao “CARMINA 4”, com mesas redondas subordinadas às temáticas “Imagem”, “Arte”, “Poesia” e “Poética”, nas quais participa um painel de convidados, que conta com nomes como Perfecto E. Quadrado, João Pinharanda, António Gonçalves, Pedro Eiras, Golgona Anghel e Tania Martuscelli, entre muitos outros.

A manhã de sábado dá continuidade ao programa do dia anterior, com um “encontro” entre Mário Cesariny e Fernando Pessoa, promovido pelos palestrantes António Feijó, Richard Zenith e Fernando Cabral Martins.

À tarde sobe ao palco “Herói é o meu nome”, o espetáculo escrito e encenado a partir da poesia de Mário Cesariny, que mistura teatro, música e performance.

“‘Herói é o Meu Nome’ é uma apropriação da sua vida e obra e a sua transformação num ato performativo multidisciplinar que cruza a poesia, a música, a manipulação de objetos, sombras e muito mais. Talvez uma colagem, talvez um ‘cadavre exquis’. Acima de tudo é um ato de homenagem a um artista que nunca deve ser esquecido”, destaca a Fértil Cultural.

Partindo do tópico da memória como contraponto ao esquecimento para a construção do espetáculo, a Fértil Cultural mergulhou no espólio documental de Mário Cesariny, disponível na Fundação Cupertino de Miranda/Centro de Estudos do Surrealismo, fiel depositária da obra e da biblioteca pessoal do autor.

Em palco, o público vai poder ver, além dos intérpretes, elementos cenográficos e adereços múltiplos “numa combinação bizarra” a compor uma atmosfera que ajude o espectador “a entrar num universo surrealista”, mas também ouvir poemas cantados, num espetáculo que é também um “puzzle musical”, cujas peças podem encaixar “de forma surreal”.

Ainda nesse dia haverá uma sessão de lançamento dos livros “Poesia de Mário Cesariny. Antologia” e “Poetas do Amor, da Revolta e da Náusea”, editados pela Assírio e Alvim, e “Mário Cesariny, Cartas para Antonio Tabucchi”, editado pela Documenta.

O programa encerra no domingo à tarde com o concerto “O Homem em Eclipse”.

Mário Cesariny de Vasconcelos possibilitou a incorporação, quer por compra, doação e legado de uma grande parte do seu acervo artístico e documental à Fundação Cupertino de Miranda.

Nascido em Lisboa, Mário Cesariny de Vasconcelos estudou na Academia de Amadores de Música, sob a orientação do professor Fernando Lopes Graça, e ingressou no princípio da década de 1940 na Escola de Artes Decorativas António Arroio, onde conheceu, entre outros, Fernando José Francisco e Cruzeiro Seixas, que o acompanharam na aventura surrealista.

Foi protagonista de muitas ações e criações polémicas com os outros artistas surrealistas, mas a partir do início dos anos 1950 o grupo começou a desintegrar-se.

Cesariny manteve-se ativo na poesia, nas artes plásticas e na tradução, passando a conviver com Luís Pacheco, Manuel de Lima, António José Forte, João Rodrigues, Manuel Castro, João Vieira e Helder Macedo.

“Titânia”, “Pena Capital”, “Antologia do Cadáver Esquisito” e “Planisfério e Outros Poemas” são alguns exemplos da sua obra poética ao longo dos anos 1950 e 60, mas continuou também a realizar exposições individuais e coletivas em Portugal, Brasil, Bélgica, Estados Unidos.

Recebeu vários prémios pela obra escrita e plástica, nomeadamente o Prémio Vida Literária, da Associação Portuguesa de Escritores, e o Grande Prémio EDP de Artes Plásticas.

Mário Cesariny morreu em 26 de novembro de 2006.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Desportohá 9 horas

Hóquei: FAC recebe CH Carvalhos, último classificado, este sábado

A equipa de hóquei em patins do Famalicense Atlético Clube disputa, este sábado, a jornada n.º 19 do principal campeonato...

Famalicãohá 10 horas

Famalicão: Sabores do concelho em destaque na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL)

Na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), a mais significativa feira do setor turístico em Portugal, Famalicão está presente para...

Famalicãohá 10 horas

Famalicão: Presidente Mário Passos subscreve petição a reclamar obras urgentes na EN 206

O presidente da Câmara de Famalicão anunciou que assinou a petição recentemente lançada por um conjunto de cidadãos que reclama...

Desportohá 11 horas

Famalicão: Campeão Nacional Tiago Reis inicia novo ataque ao “N.º1” em mais uma época do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno

Este fim-de-semana marca o regresso de Tiago Reis às competições, com a sua participação na primeira prova do Campeonato de...

Famalicãohá 12 horas

Famalicão: Sexta-feira com previsão de chuva e chuveiros durante todo o dia

Famalicão espera, esta sexta-feira, um dia de chuva onde esta se deverá fazer sentir de forma mais constante do que...

Desportohá 13 horas

Famalicenses sagram-se bicampeões de Boccia Sénior

No passado dia 28 de fevereiro, em Torres Novas, decorreu o Campeonato Nacional de Boccia Sénior Fase Final, Individual, 2023/2024,...

Paíshá 14 horas

Novas regras para a carta de condução visam condução de carros e camiões a partir dos 17 anos

Com 339 votos a favor, 240 contra e 37 abstenções, os Membros do Parlamento Europeu aprovaram uma proposta que prevê...

Paíshá 15 horas

Trio detido após assaltar casa de casal idoso em Matosinhos. Homem de 82 anos necessitou de tratamento hospitalar

Na madrugada de 28 de fevereiro, por volta das 03H30, na avenida Engenheiro Duarte Pacheco, em Matosinhos, o Comando Metropolitano...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão: Luís Montenegro e Nuno Melo trazem campanha da AD ao Mercado Municipal este sábado

A Aliança Democrática traz o seu presidente Luís Montenegro e famalicense Nuno Melo do CDS-PP em campanha eleitoral a Famalicão,...

Famalicãohá 17 horas

Lés a Lés nos Passos de Oliveira Santa Maria

No próximo fim de semana, 2 e 3 de março, a freguesia de Oliveira Santa Maria acolhe a procissão do...

Arquivo

Mais Vistos