Siga-nos nas redes

Famalicão

Famalicão: André Ventura questiona Ministério da Educação sobre alunos chumbados a Cidadania

Publicado

em

O Chega questionou hoje o Ministério da Educação sobre o caso dos dois irmãos, estudantes em Famalicão, que voltaram a reprovar por não frequentarem as aulas de Cidadania e Desenvolvimento, acusando o Estado de “prepotência e atitude inquisitória”.

Na segunda-feira, o Jornal de Notícias revelou que os pais dos dois irmãos de Famalicão que não frequentam a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento avançaram com uma providência cautelar para tentar impedir que os filhos sejam reprovados, sendo esta a segunda vez que a família recorre a este mecanismo para permitir que os alunos avancem um ano escolar.

emissão em direto da famatv

“Segundo notícias dos últimos dias veiculadas por vários órgãos de comunicação social, o Ministério da Educação voltou a atacar a família Mesquita Guimarães, usando os filhos como arma de arremesso, obrigando a escola a reprovar os alunos Tiago e Rafael por estes não frequentarem a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento”, pode ler-se na pergunta do deputado único do Chega dirigida ao Ministério da Educação.

Na perspetiva de André Ventura, “uma vez que esta situação está ainda a ser resolvida na justiça, não se compreende esta ação por parte do Estado, que revela prepotência e uma atitude inquisitória”.

“No âmbito da ação principal que corre no Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga, este tribunal procurou tentar um acordo, antes de proferir a sentença final sobre a providência cautelar, para minimizar o impacto do processo principal (Reclamação de Direitos), na progressão escolar dos alunos até que o processo fosse concluído”, refere a mesma pergunta.

No entanto, de acordo com o Chega, “a escola inviabilizou o acordo neste ano letivo, mantendo a atitude anterior”, considerando que isto aconteceu “sob orientação do Ministério da Educação”.

Assim, André Ventura questiona a tutela sobre a “interferência completamente fora da normalidade neste caso”, pretendendo saber onde “fica a autonomia das escolas”.

“O que leva o Ministério da Educação a pressionar os professores destes alunos quando ainda decorre uma ação judicial para o efeito”, pergunta ainda, querendo ainda ver esclarecido quem é “o responsável pela inviabilização dos pressupostos do acordo definidos na última diligência realizada no Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga que está a julgar o caso”.

De acordo com o Jornal de Notícias de segunda-feira, a providência cautelar foi apresentada no dia 29 de junho e é a segunda vez que é usado este recurso para permitir que os jovens avancem um ano escolar.

Tiago, 7.º ano, e Rafael Mesquita Guimarães, 9.º ano, prosseguiram a escolaridade de forma provisória na Escola Camilo Castelo Branco até que o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga decida, de novo, sobre o futuro escolar dos jovens.

Os alunos nunca frequentaram a disciplina de Cidadania porque os pais alegam objeção de consciência e defendem que cabe à família educar os jovens nos temas abordados.

Em 2020, o Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga decidiu que os dois alunos podiam continuar a frequentar o ano letivo nos níveis para os quais progrediram.

Este ano letivo, segundo o Jornal de Notícias, Tiago e Rafael continuaram sem frequentar as aulas e a recusar as propostas alternativas apresentadas pela escola e que passavam, entre outras, pela realização de trabalhos escritos.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Sociedadehá 3 horas

Trofa realiza segundo encontro de coros a 10 de junho

A Câmara da Trofa organiza a 10 de junho, a 2ª edição do “Trofa EnCanto”, um encontro anual de coros...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Mário Passos assinalou arranque da construção do Multiusos de Fradelos 

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Mário Passos, presidiu este domingo ao lançamento da primeira pedra do futuro Espaço...

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: motociclista ferido com gravidade em despiste na freguesia de Telhado

Um acidente ocorrido ao início desta tarde, na freguesia de Telhado, em Famalicão, provocou um ferido grave. Ao que a...

Famalicãohá 5 horas

Famalicão: Segunda-feira “abre a porta” a semana de sol e temperaturas elevadas

Depois de alguns dias com previsões de chuva, o sol está de regresso ao concelho de Famalicão e deverá manter-se...

Desportohá 7 horas

Clube de Rugby de Famalicão promove torneio com mais de 100 atletas

O Clube de Rugby de Famalicão promove, no próximo dia 8 de junho,  o habitual torneio de Rugby de 7...

Famalicãohá 8 horas

Famalicão: Mercado dos Doces anima Seide S Paio este domingo

Este domingo há Mercado dos Doces em Seide S. Paio, Famalicão. O certame é promovido pela CSIF de Avidos, Lagoa,...

Famalicãohá 8 horas

Hélder Pereira recandidata-se à liderança do CDS-PP de Famalicão

O presidente da Concelhia de Famalicão do CDS-PP, Hélder Pereira, vai candidatar-se a um novo mandato, informou a Comissão Política...

Desportohá 10 horas

Famalicão: Clube de Xadrez da Didáxis vence Taça de Braga pela 11ª vez

Decorreu este sábado  a Final da 24ª edição da Taça de Braga de Xadrez 2023/2024. O Clube de Xadrez Associação...

Desportohá 1 dia

Equipa sénior feminina do FC Famalicão goleia Vitória SC de Guimarães

A jogar em casa, o FC Famalicão venceu, este sábado, o Vitória SC por 6-1 no primeiro jogo do play-off...

Paíshá 1 dia

Banco Alimentar começa nova campanha de recolha de alimentos

O Banco Alimentar Contra a Fome começa hoje uma nova campanha de recolha de alimentos, que contará com mais de...

Arquivo

Mais Vistos