Siga-nos nas redes

Famalicão

Investigadora de Famalicão vence Prémio Res Publica com ensaio sobre a Nova Direita

Publicado

em

A investigadora do Centro de Ética, Política e Sociedade (CEPS) da Universidade do Minho (UMinho) Patrícia Fernandes venceu o Prémio Res Publica 2021, com o ensaio “A Nova Direita no século XXI: identitária, nacionalista e cristã”, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a UMinho acrescenta que a distinção, no valor de 2500 euros, vai ser entregue na quarta-feira, 25 de maio, na sede da Fundação Res Publica, em Lisboa.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



“Analisei as bases ideológicas da Nova Direita contemporânea e as ligações à Nova Direita francesa surgida nos anos 1970. Por outro lado, mostrei as razões que levam os partidos e movimentos associados à Nova-Nova Direita a cativarem um número crescente de eleitores. A junção destas duas perspetivas é pouco trabalhada em Portugal e o júri decidiu reconhecer-me o mérito”, resumiu Patrícia Fernandes.

Os seus estudos nos últimos anos mostram como os discursos políticos hegemónicos tendem a silenciar os discursos que estão nas margens.

“Mas esse silenciamento acaba por fracassar com o tempo, pois os projetos políticos têm um prazo-limite de eficácia e, além disso, o silenciamento reforça o sentimento de revolta de quem é silenciado”, explicou, citada no comunicado.

Para a investigadora, “o consenso que nasceu com o final da II Guerra Mundial tendeu a silenciar uma margem da população menos globalista, mais nacionalista, mais religiosa e mais identitária, mas os efeitos económicos e sociais desse consenso político têm vindo a engrossar as margens”.

“As elites políticas estão a optar por intensificar o silenciamento, mas hoje isso é infrutífero, já que nas redes sociais e nas plataformas mais obscuras da internet as margens reforçam o sentimento de revolta e, também, o de pertença a um grupo, sentem que não estão sozinhas”, sustenta.

Acrescenta que essa realidade foi evidente nos EUA, com a eleição e o mandato de Donald Trump, e nas recentes eleições em França, com o crescimento sustentado dos “enraizados”, como define o autor britânico David Goodhart.

A parte final do ensaio de Patrícia Fernandes debruça-se sobre o contexto em Portugal, onde “o fenómeno está a chegar com atraso, mas o crescimento e a afirmação do Chega como terceira força política demonstram a mesma dinâmica”.

“Será que as nossas elites políticas vão reconhecer a legitimidade democrática dessas vozes ou, então, vão repetir a tentativa de silenciamento de outros países? É essa a análise que vou continuar a desenvolver”, disse ainda.

A Fundação Res Publica galardoa a cada ano um ensaio inédito sobre temas políticos e económico-sociais.

O júri desta terceira edição foi composto por Edite Estrela (presidente), Constança Urbano de Sousa, Pedro Bacelar de Vasconcelos, Filipe Nunes e Rui Pena Pires.

Esta é a segunda distinção do CEPS na iniciativa, já que a edição inaugural laureou Roberto Merrill e o seu ensaio sobre rendimento básico.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 4 horas

Famalicão: Festival de Teatro Amador “Terras de Camilo” estreia nova edição este sábado

De 2 de março a 27 de abril, o auditório do Centro de Estudos Camilianos, em Seide, volta a receber...

Famalicãohá 6 horas

Famalicão sob Aviso Amarelo: Rajadas de vento de 75 km/h e chuva este sábado

Depois de registada alguma chuva nos últimos dias, o concelho de Famalicão espera um sábado com agravamento das condições meteorológicas,...

Trofahá 7 horas

Feira anual da Trofa é já uma referência no norte do país

Realiza-se este fim de semana a já tradicional Feira Anual da Trofa. São esperadas milhares de pessoas, neste certame que...

Famalicãohá 7 horas

Famalicão: Atropelamento rodoviário na Avenida Marechal Humberto Delgado faz um ferido

Uma pessoa ficou ferida na manhã desta sexta-feira, na sequência de um atropelamento rodoviário na Avenida Marechal Humberto Delgado, no...

Famalicãohá 8 horas

Famalicão: CITEVE e Braz Costa destacados como “rostos” da inovação e sucesso da indústria têxtil no concelho

Duas décadas depois, o atual diretor-geral do Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário- CITEVE, com sede em Vila Nova de Famalicão,...

Famalicãohá 10 horas

Famalicão: Campo de férias “Páscoa Aventura” decorre entre 25 e 28 de março

De 25 a 28 de março decorre o campo de férias “Páscoa Aventura”, uma iniciativa dinamizada pelo Município de Vila...

Desportohá 11 horas

Famalicão: Alunos da Academia Louro Kids brilham no Campeonato Regional de Jiu-Jitsu

Os alunos da EB Lml Louro destacaram-se em Vizela, este sábado, no Campeonato Regional de Jiu-Jitsu Sistema de Luta onde...

Famalicãohá 12 horas

Famalicão: Serviços Municipais já destruíram mais de 8 mil ninhos de vespa asiática

Os Serviços Municipais de Proteção Civil (SMPC) de Vila Nova de Famalicão destruíram, ao longo da última década, mais de...

Economiahá 12 horas

Nova semana traz aumento no preço da gasolina mas gasóleo fica mais barato

Os preços dos combustíveis mais utilizados seguem tendências distintas já na próxima segunda-feira, assim indicam as previsões do setor, nesta...

Famalicãohá 13 horas

Famalicão: Casa do Território expõe “10 anos de tesouros” arqueológicos

Uma parte de uma Ara (altar romano), utensílios da Idade do Bronze, o chão de uma lareira do Castro de...

Arquivo

Mais Vistos