Siga-nos nas redes

Famalicão

Famalicão: Suspeito acusa primo da autoria da morte do empresário José Ferreira em Tribunal

Publicado

em

Um arguido disse hoje no Tribunal de Guimarães que foi um primo, também arguido, que matou à facada um empresário e feriu o gerente de um bar em Famalicão, distrito de Braga, em 12 de fevereiro de 2023.

No arranque do julgamento, que teve reforço policial e que ficou marcado por desacatos e agressões verbais entre familiares dos arguidos, obrigando à intervenção da PSP, este arguido, de 18 anos, acusou o primo, de 19, de ser o autor das duas facadas que causaram a morte do empresário José Ferreira, de 32 anos, e do golpe com uma navalha que feriu com gravidade o gerente do bar onde se encontravam nessa noite.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



O despacho de pronúncia, proferido por um juiz de instrução, indica que o arguido que afirmou ser inocente está acusado do homicídio do empresário, e o que optou pelo silêncio responde por homicídio tentado, por atingir o gerente do bar, por detenção de arma proibida e por ofensas à integridade física.

Segundo o Ministério Público (MP), na noite de 12 de fevereiro de 2023, o grupo dos arguidos, que estavam acompanhados das namoradas, uma com 14 anos, envolveu-se numa discussão com outro grupo no interior do bar, o que levou à intervenção de um segurança.

Nessa sequência, os arguidos, que se encontram em prisão preventiva, foram obrigados a sair do bar e o segurança avisou que os mesmos não tinham pagado oito euros pelo consumo das bebidas.

O MP sustenta que “imbuídos de desejos de vingança, os arguidos acordaram fugir do local de qualquer forma usando se necessário de força física e de armas brancas”.

Foi durante a fuga apeada que as agressões às duas vítimas aconteceram: o gerente do bar foi atrás dos arguidos e foi atingido com uma facada nas costas e, logo depois, o empresário, que se encontrava no bar, também perseguiu os arguidos, tendo sido atingido com duas facadas no peito, que lhe causaram a morte.

E é quanto à autoria das agressões que há versões diferentes e contraditórias.

“Infelizmente é meu primo. Digo infelizmente pelo que me está a fazer neste processo. Ele é que cometeu os crimes e eu é que estou a pagar”, respondeu o arguido à presidente do coletivo de juízes, quando questionado se o arguido ao seu lado era seu primo.

Segundo a versão hoje apresentada, este arguido disse que viu o primo “a fazer o gesto e a golpear” o gerente do bar nas costas e, posteriormente, disse ter visto também o primo a “dar dois golpes com a mesma navalha no falecido”, sublinhando que “não tinha qualquer tipo de arma” consigo.

Após as agressões, acrescentou, ele, a sua namorada e o primo abandonaram o local de carro e dirigiram-se para a casa de um irmão, deixando a outra menor, de 14 anos, no bar.

“Vi-o [ao primo] a atirar a faca para um monte perto da casa do meu irmão”, afirmou perante o tribunal.

A arma branca viria a ser recuperada cerca de “quatro meses” depois de estar preso preventivamente, referiu.

Confrontado com o facto de no primeiro interrogatório judicial não ter apresentado esta versão, dizendo que não tinha visto nada, o arguido explicou que, naquela fase, “não queria incriminar o primo”.

“Era meu primo. Não o queria incriminar. Pensei que ele fosse assumir”, justificou este arguido.

No início da sessão, o advogado Aníbal Pinto, que defende o arguido que optou por ficar hoje em silêncio, assumiu que o seu cliente “agiu em legítima defesa” quando foi abordado e “agredido” pelo gerente do bar.

João Peres, advogado que defende o outro arguido, referiu que o seu cliente está inocente e injustamente preso, considerando que a justiça “bateu no fundo” ao manter o seu constituinte privado da liberdade.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 38 minutos

Famalicão: Homem detido por desrespeitar inibição de condução por 12 horas

A Polícia de Segurança Pública levou a cabo a detenção de um cidadão de 53 anos por desobediência qualificada. De...

Famalicãohá 1 hora

Famalicão: Incêndio deflagra em habitação em Lemenhe

Um incêndio deflagrou, ao final da manhã desta terça-feira, numa habitação na Rua Papa João Paulo II, na freguesia de...

Famalicãohá 2 horas

Famalicão: Comunidade escolar da EB 2,3 Júlio Brandão unida em vigília por jovem com problemas de saúde

A comunidade escolar da Escola EB 2,3 Júlio Brandão estará reunida, esta sexta-feira às 21:00, para levar a cabo uma...

Desportohá 2 horas

FC Famalicão: Jhonder Cádiz marcou 6 golos em 5 jogos e já está no “Top 5” da I Liga

Depois de alguns momentos de incerteza e mudança na equipa principal do FC Famalicão, provocados pela saída do treinador João...

Desportohá 3 horas

CX A2D apura-se para os “quartos” da Taça Portugal de Xadrez

A equipa de xadrez CX A2D da Didáxis esteve em competição, no último domingo, na Taça de Portugal de Xadrez...

Desportohá 3 horas

Ténis Clube de Famalicão realizou 1.º Open de Ténis em Cadeira de Rodas

O Complexo de Ténis de Famalicão recebeu no último sábado e domingo o 1.º Open TCR de Famalicão em Cadeira...

Famalicãohá 4 horas

Famalicense Paulo Cunha ocupa segundo lugar da AD para as Europeias

Paulo Cunha, vice-presidente do PSD e ex-presidente da Câmara Municipal de Famalicão e Ana Miguel Pedro, indicada pelo CDS-PP, ocupam...

Desportohá 16 horas

Riba d’Ave HC homenageia Sr. Francisco Machado que dedicou mais de 20 anos ao serviço do clube

Esta 24.ª jornada do Campeonato Nacional hóquei em patins foi marcada por um momento de homenagem por parte do Riba...

Desportohá 17 horas

Famalicenses da Jing-She conquistam medalhas de ouro e prata no 7º Torneio Internacional de Wushu da Maia

Os atletas da Jing-She – Associação Desportiva Escola de Wushu de Famalicão participaram em mais uma competição, no último sábado,...

Economiahá 18 horas

Latas de atum mais caras 30% desde o início do ano

O preço do cabaz dos 63 produtos alimentares considerados essenciais baixou 1,07 euros entre 10 e 17 de abril, passando...

Arquivo

Mais Vistos