Siga-nos nas redes

Economia

Anacom acusa Altice (MEO) de aumento nos pacotes de telecomunicações

Publicado

em

Depois da Anacom ter divulgado que a Meo subiu as mensalidades do 3P e, em simultâneo, diminuiu a sua qualidade,
a Altice Portugal afirmou hoje que o aumento de preços no pacote de telecomunicações é “pura e redonda falsidade”.

A empresa detentora da MEO explicou num comunicado que “a afirmação da Anacom [Autoridade Nacional de Comunicações] sobre o aumento de preços no pacote de telecomunicações nada mais é que uma pura e redonda falsidade”.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



“De forma alguma se pode aferir que se tenha registado qualquer diminuição da qualidade do serviço na oferta que a empresa tem no mercado”, acrescentou a empresa.

Em comunicado, a Anacom divulgou hoje que, entre outubro e novembro, “os três principais prestadores de comunicações eletrónicas em Portugal (Meo, NOS e Vodafone) aumentaram as mensalidades das suas ofertas base ‘triple play’ [3P] em 3,3% (mais um euro)”.

O regulador apontou que, “na sequência deste aumento de preços, que surge ao mesmo tempo e na mesma proporção, e que é muito superior à taxa de inflação, a mensalidade mais baixa das suas ofertas ‘triple play’ sobe para cerca de 31 euros”, salientando que desde 2018 que “não existem diferenças nas mensalidades deste tipo de ofertas, que incluem Internet fixa, telefone fixo e televisão por subscrição”.

E, “em simultâneo com o aumento de preços, registou-se também uma redução da qualidade deste tipo de ofertas nos três operadores, visto que a velocidade de ‘download’ anunciada baixou de 100 Mbps para 30 Mbps”, acrescentou a Anacom.

A Altice Portugal acrescenta que “as condições referidas pela Anacom não se aplicam a clientes atuais”, reiterando que “Portugal é um dos países da União Europeia em que os pacotes de telecomunicações são os mais atrativos, como aliás mencionado pelo estudo do IDES, publicado pela Comissão Europeia”.

A dona da Meo critica o regulador, apontando que “há cerca de três anos que a Anacom não realiza qualquer estudo de mercado ou de preços, antes recorrendo a dados completamente estranhos ao setor”.

Face a isso, “lamentamos que, uma vez mais, baseado numa falta de evidências, venha o regulador do setor tentar manipular o país com declarações infundadas que apenas pretendem denegrir a imagem desta empresa que investe centenas de milhões de euros por ano” em Portugal e “emprega cerca de 20 mil pessoas”.

Assim, “tendo a Anacom, de há três anos a esta parte, imprimindo um estilo de afirmar e defender teses sem que estas tenham qualquer estudo oficial ou evidência, credível e homologado por base, lança a Altice Portugal o repto para que pela primeira vez mostre qual o estudo ou evidências em que baseia as suas afirmações, à semelhança do que praticam outras entidades, nacionais e internacionais, que têm vindo publicamente a criticar a regulação e o regulador em Portugal, com estudos concretos e publicados ou análises de mercado, de caráter económico-financeiro.

“Lamentamos ainda que pelas mãos da atual liderança da Anacom, Portugal, que sempre esteve na linha da frente no desenvolvimento e implementação das novas redes de comunicações fixas e móveis, esteja já hoje na cauda da Europa, comprometendo a competitividade do país, no que se refere ao lançamento da nova tecnologia 5G, enquanto outros 17 países da Europa comunitária já lançaram as suas redes”, concluiu.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Paíshá 17 minutos

Inscrições para votar antecipadamente arrancam este domingo

Os eleitores recenseados em Portugal podem inscrever-se a partir deste domingo e até quinta feira , num município à sua...

Paíshá 40 minutos

Hora do Planeta: já há data para o mundo se unir pela Sustentabilidade

Neste ano a Hora do Planeta assinala-se dia 23 de março (sábado) em todo o mundo, incluindo em Portugal, entre...

Famalicãohá 2 horas

Dia Mundial do Pensamento assinalado em Famalicão pelas Guias de Portugal

A Região de Braga da Associação Guias de Portugal (AGP) vai assinalar o Dia Mundial do Pensamento com um encontro...

Famalicãohá 2 horas

Domingo com muita chuva

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou os distritos de Braga e de Viana do Castelo sob...

Famalicãohá 19 horas

Famalicão: Incêndio em Vale S. Martinho provoca dois feridos

Um incêndio num anexo de uma habitação em Vale S. Martinho, mais precisamente na rua Eça de Queirós, provocou dois...

Paíshá 20 horas

Gasóleo desce três cêntimos e gasolina 1,5 cêntimos a partir de segunda-feira

Ao fim de seis semanas de ganhos, os preços dos combustíveis vão finalmente descer na próxima semana. O gasóleo, o combustível mais...

Barceloshá 20 horas

Barcelos: Trabalhador cai de altura de nove metros e fica em estado grave

Um homem ficou em estado grave, este sábado, na sequência de uma queda de nove metros de um edifício em...

Famalicãohá 22 horas

Associação Famalicão em Transição debate futuro das linhas de água e o Ecoparque de Cabeçudos

A Associação Famalicão em Transição retoma, este sábado, as “Conversas TeT – Território em Transição”, com o tema “Que futuro...

Regiãohá 23 horas

Neve cobre de branco e beleza várias localidades

É verdade que falta pouco mais de um mês para a chegada da Primavera. Mas, esta sexta-feira e sábado a...

Famalicãohá 23 horas

Famalicão: Atropelamento em Joane provoca ferimentos em mulher de 70 anos

Um atropelamento, na vila de Joane, Famalicão, provocou, este sábado, ferimentos a uma mulher de 70 anos. Não se sabe,...

Arquivo

Mais Vistos