Siga-nos nas redes

Economia

Grande parte das empresas considera medidas para combate à crise “insuficientes”

Publicado

em

Quarenta e nove por cento das empresas considerou insuficientes as medidas do Governo no combate à crise provocada pela pandemia, demonstra um inquérito apresentado hoje pela CIP – Confederação Empresarial de Portugal (CIP).

O inquérito é o décimo feito no âmbito do “Projeto Sinais Vitais”, desenvolvido pela CIP em parceria com o Marketing FutureCast Lab do ISCTE, que abrangeu 513 empresas, a maioria micro e pequenas empresas.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



Segundo o documento, as novas medidas para combater a pandemia são consideradas insuficientes por 49% dos empresários inquiridos, com 27% a considerarem-nas adequadas e 24% demasiado restritivas.

Em causa estão as medidas anunciadas até à realização do inquérito, que se realizou entre 06 e 11 de novembro, pelo que “não estarão refletidas na totalidade as restrições ao abrigo do novo estado de emergência” que entrou em vigor no dia 09, explicou Pedro Esteves, professor do ICSTE e um dos responsáveis técnicos pelo estudo.

Isto significa que as perspetivas dos empresários deverão piorar nos próximos tempos devido às novas restrições, acrescentou.

De acordo com o inquérito, 68% das empresas preveem uma queda do volume de vendas em média de 40% nos últimos dois meses de 2020 face ao período homólogo, enquanto apenas 10% preveem um crescimento de 20% em média.

“Estes valores pioraram este mês”, já que no mês anterior 60% das empresas previam uma diminuição de vendas, sublinha a CIP.

Também as expectativas quanto à evolução dos recursos humanos nos últimos dois meses do ano agravaram-se, com 21% das empresas a anteverem diminuir o número de trabalhadores (em média de 24% do número de efetivos), contra 17% no mês anterior.

Por outro lado, 75% das empresas esperam manter o número de trabalhadores até final do ano e 4% antecipam um aumento de 15%, em média.

Também a expectativa quanto ao investimento piorou face ao mês anterior, com 46% dos empresários a preverem uma redução face a 2019, em média de 53%.

No mês anterior, a percentagem de empresas a pensar diminuir o investimento era de 39%.

Quanto ao barómetro, os dados mostram que a opinião das empresas sobre os apoios do Estado piorou, com 83% das empresas a afirmarem que estão “aquém ou muito aquém” do que necessitam, contra 77% no mês anterior.

“Quatro em cada cinco empresários consideram que as medidas de combate à crise económica estão aquém ou muito aquém do necessário, o que tem sido recorrente ao longo dos meses e que é muito preocupante”, salientou o vice-presidente da CIP, Óscar Gaspar, realçando que o inquérito foi feito já depois de ser conhecida a proposta de Orçamento do Estado para 2021.

“O Orçamento do Estado não é suficiente para resolver uma série de questões das empresas”, acrescentou Óscar Gaspar.

Segundo o barómetro, 61% das empresas indicam que as vendas caíram em outubro face ao mesmo mês de 2019 (em média 39%), enquanto 27% mantiveram as vendas e 12% aumentaram (em média 25%).

Por outro lado, a pandemia levou a uma abertura a novos clientes, com 36% das empresas a registaram vendas a novos clientes em outubro face ao período homólogo.

Os novos clientes representam, em média, 15% das vendas de outubro, indica o documento.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Famalicãohá 10 minutos

Famalicão: 6º Encontro de Ciência Cândida Madureira abordou Inteligência Artificial, Saúde, Ambiente perante plateia de 230 alunos

O 6.º Encontro de Ciência Cândida Madureira, uma iniciativa de destaque no campo da educação e ciência, foi organizado pelo...

Paíshá 39 minutos

Proteção Civil registou 174 ocorrências devido ao mau tempo sobretudo na região Norte

A Proteção Civil registou desde as 00:00 deste domingo e até cerca das 19:00, no continente português, 174 ocorrências devido...

Famalicãohá 1 hora

Após incubadora do Hospital de Famalicão deitar fumo pais de bebé decidem vender rifas para ajudar serviço de Neonatologia

Depois de conhecido o caso de uma incubadora que começou a gerar fumo no serviço de Neonatologia do Hospital de...

Famalicãohá 2 horas

Processo dos enfermeiros agredidos no Hospital de Famalicão aguarda conclusão há 2 anos

Aguarda conclusão há dois anos o processo referente ao episódio de violência vivido por dois enfermeiros e um segurança no...

Desportohá 2 horas

Famalicense Joaquim Figueiredo conquista título de Campeão Nacional nos 3 mil metros em Pombal

O atleta famalicense Joaquim Figueiredo terminou agora a época das competições em pista coberta, com mais um desafio em Pombal....

Famalicãohá 3 horas

Famalicão: Veículo da PSP envolvido em colisão rodoviária que resultou em 3 feridos

Três pessoas ficaram feridas, na noite deste domingo, na sequência de uma colisão rodoviária na Rua D. Sancho I, em...

Famalicãohá 17 horas

Famalicão sob Aviso Amarelo: Rajadas de vento até aos 85 km/h esta segunda-feira

Famalicão espera, esta segunda-feira, um dia nublado com intervalos de sol e chuveiros entre as 13:00 e as 16:00, de...

Famalicãohá 20 horas

Queda de árvore em Cruz na Rua da Seara

Os Bombeiros Voluntários Famalicenses foram acionados esta tarde às 15h53 para o lugar de Cruz, mais precisamente para a rua...

Desportohá 20 horas

Campeonato de Portugal de Ralis arrancou este fim de semana em Fafe

A dupla Kris Meeke/James Fulton (Hyundai i20 N Rally2) sagrou-se vencedora, este sábado, do Rali Serras de Fafe, Felgueiras, Boticas...

Famalicãohá 21 horas

Dia Mundial do Pensamento assinalado em Famalicão pelas Guias de Portugal

Foram cerca de 500 as guias de 18 delegações do distrito de Braga, que estiveram este domingo em Famalicão. Este...

Arquivo

Mais Vistos