Siga-nos nas redes

Economia

Preço do cabaz essencial de alimentos aumentou quase 7 euros desde o fim do “IVA Zero”

Publicado

em

O fim da isenção de impostos sobre certos alimentos resultou num aumento do preço da maioria dos alimentos que beneficiavam desta isenção e, no espaço de um mês e meio, o custo de uma cesta destes produtos aumentou 6,77 euros.

Esta diferença tem em conta os preços observados a 19 de dezembro, quando o IVA a zero ainda estava em vigor, e hoje, um mês após o fim da medida, de acordo com informações recolhidas pela Lusa.

(continue a ler o artigo a seguir)


Emissão em direto da Fama Rádio e Televisão também disponível na Smart tv da sua casa. Instale grátis!



Desde meados de dezembro até hoje, a maioria dos alimentos na cesta aumentou de preço, embora alguns também custem menos hoje.

Entre os 43 alimentos cujo preço aumentou estão, por exemplo, um saco de três quilos de batatas vermelhas (que agora custa mais 21 cêntimos do que em meados de dezembro), um pacote de meio quilo de esparguete (mais quatro cêntimos), um pacote de arroz (mais nove cêntimos) ou um quilo de cebolas (mais 24 cêntimos).

Em geral, o preço da carne e do peixe também subiu, com o peito de frango a custar agora 6,79 euros por quilo (em comparação com 6,09 euros em dezembro). Para comprar um quilo de pernas de peru, agora é preciso gastar, respetivamente, 4,99 euros, enquanto há cerca de um mês e meio o custo era de 3,49 euros e a dourada fresca grande viu o preço por quilo aumentar um euro, para 7,99 euros.

Pelo contrário, comprar um quilo de bife de porco hoje custa menos do que quando o IVA a zero ainda estava em vigor: 4,89 euros em comparação com 5,08 euros em dezembro.

Os ovos, as conservas, a manteiga, o leite, os iogurtes, as leguminosas também viram os seus preços aumentar, tal como o azeite e o óleo de cozinha e algumas frutas e legumes, como bananas (importadas e da Madeira), alhos-franceses ou espinafres.

Mas é também na categoria de frutas e legumes que se encontram a maioria dos 10 produtos alimentares cujos preços caíram no período mencionado.

No total, a cesta com 54 alimentos cujo preço comparativo estava disponível nos dois períodos considerados custa hoje 180,9 euros, em comparação com 174,13 euros a 19 de dezembro.

PARTILHE ESTE ARTIGO:
Publicidade Publicidade

LER JORNAL

pub

Artigos Recentes

Desportohá 17 minutos

Antigo treinador Artur Jorge faleceu aos 78 anos

Artur Jorge, antigo selecionador português e treinador campeão europeu pelo FC Porto, morreu aos 78 anos, anunciou hoje a família...

Famalicãohá 22 minutos

Famalicão: Projeto para o terminal ferroviário em Lousado afetado por contaminação de arsénio no solo

Pode ficar inviabilizado devido a um nível muito elevado de arsénio encontrado no solo o terminal rodoferroviário de mercadorias de...

Paíshá 52 minutos

Depressão “Louis” chega com chuva vento e agitação marítima

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou para vermelho o aviso meteorológico para sete distritos do continente,...

Paíshá 1 hora

Rei dos Catalisadores julgado por atropelar 3 ciclistas em fuga à PSP

Está prestes a ser julgado, neste mês de Março, o Rei Dos Catalisadores, alcunha pela qual é conhecido Vítor Macedo....

Famalicãohá 2 horas

União de Freguesias de Carreira e Bente dá as boas vindas ao novos bebés com vales de apoio à natalidade

A União de Freguesias de Carreira e Bente segue com o seu programa de apoio à natalidade “Olá Bebé”. Esta...

Famalicãohá 11 horas

Chega alega ter sido recebido “aos tiros” em Famalicão. Polícia desmente disparos

O presidente do Chega denunciou esta quarta-feira que a caravana do partido foi recebida por tiros em Vila Nova de...

Desportohá 14 horas

Seleção Nacional de ténis de mesa qualifica-se para os Jogos Olímpicos Paris2024

A seleção portuguesa masculina qualificou-se hoje para o torneio por equipas de ténis de mesa dos Jogos Olímpicos Paris2024, ao...

Economiahá 15 horas

Polónia ultrapassa Portugal no valor do salário mínimo

Portugal desceu uma posição na tabela e agora tem o 11º salário mínimo mais alto da União Europeia. De acordo...

Famalicãohá 16 horas

Famalicão: “Máximas” descem dos 23.º para os 15.º graus esta semana. Chuva vai fazer-se sentir esta quinta-feira

Famalicão espera, esta quinta-feira, um dia de chuva (com probabilidade de 100%) assim como uma descida da temperatura máxima, gradual...

Famalicãohá 17 horas

Galeria Municipal de Famalicão expõe obras de Pedro Chorão até 18 de maio

“Superfícies” é o título da mais recente exposição em exibição na galeria municipal Ala da Frente, com obras criadas por...

Arquivo

Mais Vistos